7-27 Tecido ósseo

DISCO EPIFISÁRIO – 4
Nesta página estão apresentadas as duas primeiras regiões do disco epifisário: cartilagem em repouso e o início da cartilagem seriada.

O retângulo azul na figura superior indica a região que será anal.isada em detalhe na figura inferior.

1 – Zona de cartilagem em repouso.
Esta região é adjacente ao osso que constitui a epífise. O osso é a faixa avermelhada na região mais superior da figura. Pode ser reconhecido pela presença de osteócitos em uma matriz acidófila. A cartilagem em repouso, por outro lado, tem um aspecto típico de uma cartilagem hialina – é formada por condrócitos (ressaltados em vermelho) envolvidos por matriz extracelular basófila (em azul escuro).

2 – Zona de cartilagem seriada. Os condrócitos (ressaltados em vermelho) se dividem ativamente por mitose e se organizam em fileiras, como pilhas de moedas. A matriz cartilaginosa está ressaltada em azul claro.

Como ocorre o crescimento longitudinal da diáfise?
Devido à proliferação dos condrócitos na região de cartilagem seriada, as suas células-filhas se acumulam na porção final (distal) desta região (oposta à região da cartilagem em repouso). O acúmulo contínuo de novos condrócitos “empurra” as epífises e as afastam da diáfise, resultando no crescimento longitudinal da diáfise.

Disco epifisário. Coloração: HE. Aumento: pequeno.

Erros? Texto pouco claro? Sugestões? Comunique-se com os autores:

Histologia Geral e dos Sistemas: mol@icb.usp.br

Histologia Oral: vfreitas3d@gmail.com.

NAVEGAÇÃO NO MOL:

ACESSAR PÁGINA ANTERIOR

ACESSAR PÁGINA SEGUINTE