1-27 Conceitos básicos

PREPARAÇÃO DE TECIDOS DUROS – OSSO E DENTE
A preparação de cortes histológicos de tecidos duros é um desafio que é resolvido por metodologias específicas.
Osso e dente são tecidos rígidos devido à presença de sais minerais em sua composição. É o que se denomina mineralização. Como os sais depositados são principalmente moléculas de fosfato de cálcio, sob forma de cristais de um mineral denominado hidroxiapatita, esta deposição de sais é também denominada calcificação.
Micrótomos comuns não têm capacidade de seccionar tecidos mineralizados, pois são muito duros. Há, porém micrótomos especiais que podem fazê-lo.
Na prática, no entanto, a maioria dos laboratórios de Histologia não possuem um equipamento deste tipo.
Nas páginas seguintes são descritos os principais métodos para obtenção de cortes delgados para observação de tecidos calcificados em microscópio de luz.

Erros? Texto pouco claro? Sugestões? Comunique-se com os autores:

Histologia Geral e dos Sistemas: mol@icb.usp.br

Histologia Oral: vfreitas3d@gmail.com.

NAVEGAÇÃO NO MOL:

ACESSAR PÁGINA ANTERIOR

ACESSAR PÁGINA SEGUINTE