7-8 Tecido ósseo

TIPOS DE TECIDO ÓSSEO – 1
Reconhecem-se dois tipos de tecido ósseo, denominados:
a) Osso imaturo, primário ou não lamelar;
b) Osso maduro, secundário ou lamelar.

O osso imaturo é sempre o que primeiro se forma: durante a vida fetal, durante a remodelação óssea, durante a consolidação de fraturas. Em adultos existe só em poucos locais do corpo, como por exemplo nos alvéolos dentários.
O osso maduro que gradativamente substitui o osso imaturo é o tipo que predomina no adulto.

Principais diferenças histológicas entre os dois tipos:
Osso imaturo ou não lamelar:
– as fibras colágenas da matriz se dispõem em muitas direções, sem nenhuma organização específica.
Osso maduro ou lamelar
– as fibras colágenas estão organizadas em delgadas lâminas denominadas lamelas ósseas. No interior de cada lamela as fibras colágenas se dispõem paralelamente entre si. No entanto, comparando lamelas adjacentes, os conjunto de fibras colágenas de uma lamela mantêm angulação em relação às fibras da lamelas vizinhas.

As figuras apresentam esquemas de:
– osso imaturo não lamelar, com fibrilas colágenas em diversas direções.
– osso maduro, lamelar. Na primeira imagem está presente uma lamela óssea.
As figuras inferiores mostram que as lamelas do osso lamelar geralmente se agrupam empilhadas. Estão representadas: uma pilha formada por duas lamelas e uma pilha formada por três lamelas. Observe que de lamela para lamela, as fibras colágenas formam diferentes ângulos.
Outras diferenças entre os tipos de osso lamelar e não lamelar serão apresentadas nas páginas seguintes.

Erros? Texto pouco claro? Sugestões? Comunique-se com os autores:

Histologia Geral e dos Sistemas: mol@icb.usp.br

Histologia Oral: vfreitas3d@gmail.com.

NAVEGAÇÃO NO MOL:

ACESSAR PÁGINA ANTERIOR

ACESSAR PÁGINA SEGUINTE