5-1 Tecido adiposo

TECIDO ADIPOSO

O tecido adiposo tem origem mesenquimal e é um subtipo do tecido conjuntivo.
É constituído de células adiposas, também denominadas adipócitos. Estas células podem estar dispersas isoladamente no tecido conjuntivo propriamente dito ou constituir aglomerados, constituindo o tecido adiposo. Além dos adipócitos, são encontrados no tecido adiposo vasos sanguíneos, nervos e quantidades menores de outras células residentes e transientes do tecido conjuntivo.
No tecido adiposo as células são separadas entre si por pequena quantidade de matriz extracelular. Esta é constituída em grande parte por uma rede de delgadas fibras reticulares formadas principalmente por colágeno tipo III e dificilmente observáveis ao microscópio de luz com colorações rotineiras.
Os adipócitos se caracterizam por acumular lipídios em seu citoplasma, sob forma de gotas suspensas no citosol. Estas gotas não são revestidas por membranas e são, portanto, consideradas inclusões. Estes lipídios são em sua maior parte triglicerídeos, também chamados gorduras neutras.
O número e tamanho das gotas de lipídios dos adipócitos pode variar consideravelmente.
Quando as células adiposas estão se desenvolvendo, elas contêm grande quantidade de pequenas gotas de lipídios no seu citoplasma. Nas células adiposas adultas as gotículas podem se unir em uma grande gota ou podem permanecer sob a forma de gotículas.
Desta maneira, reconhecem-se duas variedades de tecido adiposo denominados unilocular ou multilocular. Os tecidos adiposos uni e multilocular têm grandes diferenças morfológicas, funcionais e de distribuição no corpo.

Erros? Texto pouco claro? Sugestões? Comunique-se com os autores:

Histologia Geral e dos Sistemas: mol@icb.usp.br

Histologia Oral: vfreitas3d@gmail.com.

NAVEGAÇÃO NO MOL:

ACESSAR PÁGINA ANTERIOR

ACESSAR PÁGINA SEGUINTE