4-24 Tecido conjuntivo

CÉLULAS TRANSIENTES -3
Linfócitos

Os linfócitos são leucócitos mononucleares, isto é, seu núcleo não se torna lobulado durante sua maturação.
No sangue constituem o grupo mais numeroso de leucócitos, após os neutrófilos. Os vários subtipos de linfócitos são responsáveis pelo reconhecimento específico de antígenos, pela produção de imunoglobulinas (anticorpos) e pelo desencadeamento e controle de respostas imunitárias.
Há vários tipos de linfócitos, mas estes tipos não são distinguíveis em cortes histológicos rotineiros. Podem ser reconhecidos por técnicas de imunocitoquímica que revelam proteínas marcadoras destas células.
Os linfócitos são células esféricas, em geral pequenas (cerca de 7 µm de diâmetro), portanto de diâmetro semelhante ao de uma hemácia. Seu núcleo é esférico e ocupa a maior parte da célula, que possui apenas uma delgada camada de citoplasma em torno do núcleo. Por esta razão, os linfócitos são quase sempre reconhecidos pelos seus núcleos.

Nas figuras superiores há vários linfócitos cujos núcleos estão destacados em vermelho. Em geral só se pode observar seus núcleos. Em alguns linfócitos é possível observar um delgado citoplasma, destacado em verde. Veja também linfócitos apontados na figura inferior.
Mais linfócitos podem ser observados clicando em: página 12-14 e página 12-15.

Infiltrado inflamatório. Coloração: HE. Aumento: médio.

Tecido conjuntivo. Coloração: HE. Aumento: grande.

Tablets e telefones celulares:

Erros? Texto pouco claro? Sugestões? Comunique-se com os autores:

Histologia Geral e dos Sistemas: mol@icb.usp.br

Histologia Oral: vfreitas3d@gmail.com.

NAVEGAÇÃO NO MOL:

ACESSAR PÁGINA ANTERIOR

ACESSAR PÁGINA SEGUINTE