4-12 Tecido conjuntivo

FIBRAS RETICULARES-1
As fibras reticulares são muito delgadas e formam redes tridimensionais em cujas malhas se alojam células. Estas fibras são encontradas em vários locais do organismo e, de maneira concentrada, nos órgãos linfoides (baço, linfonodos), nos rins, fígado, musculatura lisa.
A imagem é de dois aumentos de um baço, um órgão em que predominam linfócitos. Os linfócitos são células livres migratórias e no baço ocupam os espaços formados pela delicada malha formadas por suas fibras reticulares.
Observe no aumento pequeno a rede que se estende pelo órgão inteiro e que tem alguns locais mais escuros de concentração de fibras. No aumento maior nota-se a delicadeza das fibras e as malhas por elas formadas.
As fibras reticulares destas imagens aparecem escuras, de cor marrom ou pretas, porém não foram coradas em seu senso estrito. Os cortes foram submetidos a uma técnica de impregnação metálica durante a qual prata metálica precipita sobre as fibras. Por esta razão são também denominadas fibras argirófilas.

Fibras reticulares. Impregnação metálica. Aumentos pequeno/médio.

Erros? Texto pouco claro? Sugestões? Comunique-se com os autores:

Histologia Geral e dos Sistemas: mol@icb.usp.br

Histologia Oral: vfreitas3d@gmail.com.

NAVEGAÇÃO NO MOL:

ACESSAR PÁGINA ANTERIOR

ACESSAR PÁGINA SEGUINTE