3-16 Tecido epitelial glandular

ÁCINO SEROSO – 6
Outro exemplo característico de ácinos serosos.

A parótida é uma glândula constituída de ácinos serosos cuja estrutura é semelhante aos ácinos pancreáticos que foram analisados nas páginas anteriores.
Os ácinos tendem a ser esféricos e são menores que os do pâncreas. Alguns ácinos estão ressaltados em cor azul após apontar o mouse ou clicar.

As células dos ácinos da glândula parótida contêm muito menos ergastoplasma que as células dos ácinos do pâncreas. Em consequência deste fato, seu citoplasma é mais homogêneo e não apresenta a região intensamente basófila (azulada após HE) na região basal das células conforme é visto nos ácinos pancreáticos.
Da mesma forma como nas células acinosas do pâncreas, as da parótida possuem núcleos esféricos situados na região basal da célula.
Na imagem podem ser observados dois dutos excretores seccionados transversalmente, ressaltados em cor marrom claro. O seu lúmen é claramente perceptível e aparece ressaltado em marrom escuro.
Características destes dutos: núcleos na porção central da célula e lúmen amplo.

Parótida. Coloração: HE. Aumento: pequeno.

Tablets e telefones celulares:
Clique sobre a figura para acessar outra imagem. Clique fora da figura para voltar à primeira imagem.

Erros? Texto pouco claro? Sugestões? Comunique-se com os autores:

Histologia Geral e dos Sistemas: mol@icb.usp.br

Histologia Oral: vfreitas3d@gmail.com.

NAVEGAÇÃO NO MOL:

ACESSAR PÁGINA ANTERIOR

ACESSAR PÁGINA SEGUINTE