19-10 Aparelho urinário

TÚBULOS RENAIS – 3
Mácula densa
Após seu trajeto pelo parênquima renal cada túbulo contorcido distal se aproxima do polo vascular do corpúsculo de onde se originou o respectivo nefron.
No local adjacente ao corpúsculo as células do túbulo distal são mais estreitas e seus núcleos são vistos acumulados na parede do túbulo. Esta região é denominada mácula densa. Suas células, juntamente com células da arteríola aferente e células mesangiais, compõem o Complexo justaglomerular.
Observe:
– Parede de túbulo contorcido distal ressaltada – em azul claro.
– Região da parede deste túbulo, adjacente ao polo vascular do corpúsculo, que constitui a mácula densa – ressaltada em azul escuro.
– Para comparação – um outro túbulo contorcido distal, afastado do corpúsculo e sem mácula densa, está ressaltado em verde.

Rim. Coloração: hematoxilina e eosina. Aumento médio.

Rim. Coloração: hematoxilina e eosina. Aumento médio.

Desktops e notebooks Coloque o cursor sobre a imagem.
Tablets e telefones celulares:Clique sobre a figura para acessar outra imagem. Clique fora da figura para voltar à primeira imagem.

Erros? Texto pouco claro? Sugestões? Comunique-se com os autores:

Histologia Geral e dos Sistemas: mol@icb.usp.br

Histologia Oral: vfreitas3d@gmail.com.

NAVEGAÇÃO NO MOL:

ACESSAR PÁGINA ANTERIOR

ACESSAR PÁGINA SEGUINTE