10-14 Sangue e hemocitopoese

HEMOCITOPOESE

Hemocitopoese é o processo de formação de células do sangue a partir de células tronco indiferenciadas comprometidas com a formação de células sanguíneas. Em adultos este processo ocorre na medula óssea hematogênica. Lembrar que uma grande parte da medula óssea no adulto é ocupada por tecido adiposo branco.

Cada tipo de célula do sangue tem a sua linhagem própria de diferenciação: há uma linhagem eritrocítica, uma linhagem granulocítica, uma monocítica e uma linfocítica. As células precursoras de cada linhagem passam por mitoses e gradativamente se diferenciam em células maduras. Estas são, em seguida, liberadas na corrente sanguínea.

Além disto, há o processo de produção das plaquetas, as quais são fragmentos do citoplasma que se desprendem de células muito volumosas denominadas megacariócitos.

Esfregaços de células da medula óssea
Uma maneira de estudar as células envolvidas em hemocitopoese é analisar esfregaços de medula óssea. Medula óssea pode ser obtida por punção do canal medular de ossos e as células são espalhadas na superfície de uma lâmina histológica e corada como o são os esfregaços de sangue. Em adultos a hemocitopoese se restringe a alguns ossos, por exemplo crista ilíaca, costelas, vértebras.
Pelo estudo dos esfregaços é possível acompanhar a diferenciação das células de cada linhagem. Neste módulo serão analisadas as principais etapas de formação na linhagem eritrocítica e granulocítica.
Inicialmente o reconhecimento das diferentes etapas das diversas linhagens pode parecer difícil, porém se soubermos o que acontece durante a diferenciação das várias linhagens o estudo é grandemente facilitado. Isto será analisado na próxima página. Lembrar que com a coloração usada de rotina, basófilo significa uma estrutura que se cora em azul, eosinófilo se refere a um componente celular que se cora em cor de rosa ou laranja e metacromático a estruturas coradas em cor púrpura.

IMPORTANTE LEMBRAR QUE:

Nos esfregaços estão presentes de maneira misturada as células das várias linhagens (inclusive linfocítica e monocítica). Por isso é necessário bastante critério para diagnosticá-las corretamente. Como as células de uma linhagem estão em constante diferenciação e transformação morfológica de uma etapa para outra de sua maturação, é importante levar em consideração que o aspecto das células de cada etapa pode ser variável, dependendo se ela está entrando em uma etapa, está no meio de uma etapa ou já está saindo daquela etapa.

Como o material da medula é obtido por punção, existem sempre nos esfregaços células do sangue periférico. São células maduras, adultas, de cada linhagem, que estavam no interior de vasos sanguíneos da medula óssea os quais foram rompidos durante a punção. São as células já vistas nas paginas anteriores deste módulo.

Erros? Texto pouco claro? Sugestões? Comunique-se com os autores:

Histologia Geral e dos Sistemas: mol@icb.usp.br

Histologia Oral: vfreitas3d@gmail.com.

NAVEGAÇÃO NO MOL:

ACESSAR PÁGINA ANTERIOR

ACESSAR PÁGINA SEGUINTE