10-1 Sangue e hemocitopoese

CÉLULAS DO SANGUE

O sangue pode ser considerado como um tecido líquido. Muitos autores consideram o sangue como uma variedade de tecido conjuntivo em que o material intercelular é substituído por um líquido de composição bastante específica.

Células do sangue:
As hemácias, ou eritrócitos ou glóbulos vermelhos são anucleados. São células que perderam os núcleos durante a sua diferenciação na medula hematogênica. Contêm grande quantidade da proteína hemoglobina no seu interior. As hemácias medem cerca de 7 μm de diâmetro e são usadas como padrão de tamanho para diagnosticar as outras células sanguíneas.

Os leucócitos ou glóbulos brancos formam um grupo constituído por vários tipos celulares. Conforme as características do seu núcleo e citoplasma são subdivididos em:
Leucócitos granulócitos ou polimorfonucleares. Os granulócitos têm cromatina densa, bem corada, e são divididos em pequenas porções denominadas lóbulos, unidos por delgados filamentos de cromatina. O número dos lóbulos é variável e por esta razão os leucócitos deste grupo são também denominados polimorfonucleares.
O citoplasma das células deste grupo contém dois tipos de grânulos. Os grânulos específicos são característicos dos granulócitos polimorfonucleares. Os grânulos inespecíficos, também denominados grânulos azurófilos, existem em todos tipos de leucócitos.

Leucócitos granulócitos:
Neutrófilos – nos esfregaços medem cerca de 12 a 13 μm de diâmetro, sendo, portanto um pouco maiores que as hemácias. Seus núcleos tem cromatina densa. Quando jovens seus núcleos têm a forma de um bastão em forma da letra C. Este estágio dos neutrófilos é denominado “neutrófilo em bastonete”. Quando maduros seus núcleos são subdivididos em vários lóbulos (geralmente de três a cinco). Esta forma de neutrófilo lobulado também é denominada “neutrófilo segmentado”. Seu citoplasma contém grânulos específicos pequenos, que se coram pelos vários corantes das misturas usadas para analisar células sanguíneas e assumem uma coloração cor de rosa clara. Pelo fato de se corarem pelos vários corantes os grânulos são denominados grânulos neutrófilos.
Eosinófilos – medem cerca de 12 a 15 μm de diâmetro, tamanho semelhante ao dos neutrófilos. Seus núcleos costumam ter dois lóbulos, porém é possível encontrar eosinófilos com mais lóbulos. Uma característica importante dos eosinófilos reside nos grânulos presentes em seu citoplasma. Há um grande número de grânulos específicos, relativamente grandes, corados em laranja ou cor de rosa. Esta coloração é dada pela eosina, daí o nome desta célula.
Basófilos – Medem cerca de 12 a 15 μm de diâmetro. Seus núcleos são segmentados e ocupam a maior parte do citoplasma. Os núcleos frequentemente não podem ser observados, pois são encobertos pelos grânulos específicos característicos dessa célula. São grânulos de coloração azul/púrpura. Os basófilos são as células menos frequentes dentre os leucócitos e, portanto, as mais raras de serem encontradas em esfregaços de sangue.

Leucócitos agranulócitos ou mononucleares.
Estas células têm núcleos esféricos, ovais ou endentados (em forma da letra C ou U). Seus núcleos não são segmentados, por este motivo também sua denominação leucócitos mononucleares. Seu citoplasma não possui grânulos específicos (daí o nome agranulócitos), porém podem conter grânulos inespecíficos (azurófilos), que também estão presentes nos granulócitos. Estes grânulos são muito pequenos, parecendo pequenos pontos no citoplasma, e se coram em azul/púrpura.
Leucócitos agranulócitos:
Linfócitos – são células de diversos tamanhos, predominando os pequenos leucócitos que medem um pouco mais que 7 μm de diâmetro, sendo um pouco maiores que as hemácias. Os grandes linfócitos podem ter cerca de 15 μm de diâmetro. Seu núcleo esférico tem cromatina densa. O citoplasma se resume a uma delgada camada levemente basófila, fracamente corada, em torno do núcleo.
Monócitos – são células grandes, as maiores do grupo dos leucócitos. Nos esfregaços medem de 15 a 17 μm de diâmetro. Seus núcleos, de cromatina frouxa e delicada, pouco corados, são endentados e excêntricos (situam-se fora do centro da célula). Possuem bastante citoplasma, levemente basófilo, fracamente corado.

Plaquetas.
As plaquetas são fragmentos de células da medula hematogênica denominadas megacariócitos. Os fragmentos se desprendem dessas células e passam para a circulação. Medem de 1 a 2 μm de diâmetro. Nos esfregaços são frequentemente vistos formando pequenos agrupamentos entre as células sanguíneas.

Erros? Texto pouco claro? Sugestões? Comunique-se com os autores:

Histologia Geral e dos Sistemas: mol@icb.usp.br

Histologia Oral: vfreitas3d@gmail.com.

NAVEGAÇÃO NO MOL:

ACESSAR PÁGINA ANTERIOR

ACESSAR PÁGINA SEGUINTE