1-3 Células, tecidos, órgãos

TECIDOS FORMANDO ÓRGÃOS
O Sistema nervoso é composto quase que exclusivamente de tecido nervoso. No entanto, com exceção do Sistema Nervoso a maioria das estruturas do corpo são formadas por uma combinação de vários tecidos.
A combinação organizada dos vários tecidos confere características estruturais a cada órgão e fazem com que ele desempenhe adequadamente suas funções.
A imagem é de um corte da superfície da língua. É um ótimo exemplo de como vários tecidos (e outros mais, que não estão presentes nesta pequena amostra da língua) se associam para formar um órgão.
Cada um dos tecidos desempenha funções para que o órgão como um todo funcione adequadamente:
O epitélio de revestimento protege o órgão e possui papilas que facilitam a mistura dos alimentos durante a mastigação e contêm botões gustativos com função sensorial.
O tecido conjuntivo dá suporte físico ao epitélio, traz nutrição para suas células e prende o epitélio à massa muscular, que é o componente predominante da língua e que permite a mobilidade do órgão.

Língua. Coloração: HE. Aumento pequeno

O tecido muscular (do qual apenas uma parte muito pequena aparece na figura) é responsável pela motricidade do órgão.
O epitélio glandular das glândulas secreta saliva para a cavidade oral.
O tecido nervoso (não presente na figura) recebe impulsos dos sensores de tato e pressão e dos corpúsculos gustativos e controla a secreção das glândulas e a contração muscular da língua.
Cada estrutura e órgão do corpo é, portanto, construído por uma combinação de tecidos, arranjados de maneira característica.

Erros? Texto pouco claro? Sugestões? Comunique-se com os autores:

Histologia Geral e dos Sistemas: mol@icb.usp.br

Histologia Oral: vfreitas3d@gmail.com.

NAVEGAÇÃO NO MOL:

ACESSAR PÁGINA ANTERIOR

FIM DO ITEM Células, tecidos, órgãos DO MÓDULO 1